Você aumenta a produtividade de seus colaboradores e economiza para sua empresa.

O Benefícios faz a operacionalização completa do VB Refeição e do VB Alimentação, benefícios que fazem parte do PAT. Aqui, você encontrará todas as respostas e conhecerá os benefícios de estar cadastrado no PAT.

O que é o PAT?

O PAT foi criado em 1976 para promover a atenção com a alimentação do trabalhador no horário de trabalho e também fora dele.

Atualmente, o Programa está presente em praticamente todos os municípios brasileiros, criando boas condições para manter a qualidade de vida e o desempenho do trabalhador.

O PAT se destina a trabalhadores, empresas de vários setores e atividades, empresas fornecedoras de serviços de alimentação coletiva, restaurantes e profissionais de recursos humanos.

Beneficiados no Brasil

Atualmente o PAT atende mais de 19 milhões de empregados de mais de 226 mil empresas*. Isso corresponde a uma taxa média anual de crescimento de 4,1% de trabalhadores e de 6,9% de empresas participantes.

*Segundo relatório do Ministério do Trabalho e Emprego de Março de 2016.

19 milhões DE EMPREGADOS
BENEFICIADOS


EM MAIS DE 226 mil EMPRESAS

Como sua empresa se beneficia?

Toda empresa cadastrada no PAT tem direito a isenção de encargos sociais (INSS, FGTS, entre outros) sobre o valor do benefício. Além disso, ao declarar Imposto de Renda pelo lucro real, sua empresa pode contar com a dedução do incentivo fiscal por refeição cedida, limitada a 4% do imposto devido.

  • Aumento da integração entre trabalhador e empresa;
  • Aumento da produtividade;
  • Aumento na atratividade da empresa aos empregados;
  • Aumento no nível de qualidade dos produtos/serviços;
  • Aumento na satisfação com o trabalho/motivação;
  • Redução nos atrasos e faltas (absenteísmo);
  • Redução dos acidentes de trabalho;
  • Não deslocamento de capital de giro para montagem de cozinha e/ou refeitório;
  • Facilidade de implantação e controle;

Como o trabalhador é beneficiado?

As pessoas se sentem mais dispostas quando mantém uma dieta rica e saudável. Essa motivação proporcionada por refeições de qualidade diárias, se transforma em produtividade, bem-estar e lazer para o trabalhador.

  • Alimentação variada e de melhor qualidade;
  • Aumento da capacidade física e da resistência à fadiga e outras doenças;
  • Melhoria na qualidade de vida do trabalhador e sua família;
  • Poder de escolha da refeição;
  • Redução de gastos com alimentação;
  • Redução do risco de acidentes de trabalho;
  • Agilidade no deslocamento para fazer as refeições e aumento do tempo de descanso e lazer;

Compare a simulação entre o benefício
refeição pecuniário e o via PAT

EXEMPLO 1: Pecuniário

Estimativa de custo para empresa em que a contribuição na refeição é feita sob pecúnia.

Período considerado: 1 mês
Valor da contribuição: R$ 100,00
Número de colaboradores: 10

R$ 1.000,00
Salário
+   1.026,50
R$ 2.026,50
Exemplo de encargos sobre folha de pagamento -102,65%. Este valor é a estimativa mínima de encargos sobre a folha de pagamento
-     689,00
Exemplo de encargos sobre Folha de valor de imposto não recolhido em razão do lançamento do valor da alimentação como despesa operacional - aplica-se a alíquota do IR = 34% sobre R$2.026,50
= R$ 1.337,50
Custo final para a empresa

EXEMPLO 2: PAT

Estimativa de custo para empresa em que a contribuição na refeição é feita via benefício com base no PAT.

Período considerado: 1 mês
Valor da contribuição: R$ 100,00
Número de colaboradores: 10

R$ 1.000,00
PAT
-       65,67
R$ 934,33
Incentivo fiscal - 0,2985 por refeição, considerando 22 refeições no mês para 10 funcionários.
-     340,00
Valor de imposto não recolhido em razão do lançamento do valor da alimentação como despesa operacional. Aplica-se a alíquota do IR = 34% sobre R$1.000,00
= R$ 594,33
Custo final para a empresa

Economia do PAT x folha de pagamento

GRUPO A (em %) Encargos diretos sobre a folha
Previdência Social 20,00
Custo de acidentes de trabalho 2,00
FGTS 8,50
Salário Educação 2,50
Incra 0,20
Sesi 1,50
Senai 1,00
Sebrae 6,60
Total 36,60
GRUPO B (em %) Obrigações pagas pelo empregador diretamente ao assalariado
Repouso semanal remunerado 18,91
Férias 9,45
Abono de férias 3,64
Feriados 4,36
Auxílio-enfermidade 0,55
Aviso prévio 1,44
Total 38,35
GRUPO C (em %) Outras obrigações sociais
13º salário 10,91
Despesa rescisão contratual 2,57
Total 13,48
GRUPO D (em %) Impacto cumulativo dos encargos
Incidência do FGTS sobre o 13º salário 0,87
Incidência cumulativa do 1º/2º grupo 13,65
Total 14,52

TOTAL GERAL: (A+B+C+D) 102,65%

Encargos sobre o salário na folha de pagamento (regime CLT). No caso de empresa optante pelo Simples, não há incidência do INSS sobre a folha de pagamento. (Alíquotas pelo código 515 do FPAS). No caso do comércio, as contribuições são repassadas ao Sesc e Senac. Em alguns casos, os valores podem variar em pontos percentuais.